Categories:

As Rosáceas da Era Gótica exemplificam o esplendor do espírito percebido pelos arquitetos medievais. Entre os maiores desenvolvimentos da mente criativa européia, estes  elaborados trabalhos manuais representam um conceito sagrado da integralidade e do contrapeso.

Normalmente, acredita-se que a origem do trabalho de ilustração no vidro dentro da estruturas religiosas européias data dos anos 800.gothic-rose-window

As amostras reais que sobreviveram são muito raras. Algumas partes encontram-se em abadias francesas e alemãs e foram datadas como dos séculos IX e X.

O berço do desenvolvimento da pintura em vidro foi a região de Ilê na França.  Apareceu primeiramente na igreja de Saint Denis,  sob a administração do abade Suger e em seguida em Paris. Os trabalhos de vidro da catedral de Chartres são altamente reconhecidos  como o exemplo o mais fino da Alta Era Gótica. Muitas das mais de 170 janelas originais permanecem intactas.

Catedral de Chartres

Muitas artes e trabalhos dentro dos edifícios medievais foram refinados durante a Era Romanesca. Os trabalhos no vidro evoluíram quase initerruptamente durante este período de desenvolvimento cultural e espiritual. Na catedral de Augsburg ainda existe os painéis impressionantes dos séculos X e XI.rosaceas

Os Designs das Rosáceas foram uma inovação atrasada.   A colocação do vidro pintado no  período Romanesco era feita dentro das janelas de lanceta elevadas, estreitas ou na clarabóia. O formato vertical dos painéis caiu bem às descrições das figuras. Os assuntos caracterizados eram freqüentemente indivíduos do velho testamento e caracteres particulares da vida de Cristo, profetas e apóstolos.

O trabalho de coloração do vidro tem, pelo menos, 5 mil anos. Amostras foram encontradas na Mesopotâmia e Egito Antigos.  Mosaicos gregos freqüentemente continham elementos de vidro  e os romanos produziram o vidro em folha e o vasos feitos de ar.

As cores das rosáceas francesas são distintas, fortes tons de azul e de vermelho. Os vidros alemães e ingleses em comparação exibem um espectro de tons mais claros, tendendo para o amarelo, o verde e azul claro.

Mathias Church - Budapeste

Mathias Church – Budapeste

A vibração de uma janela original da idade gótica é a característica que a diferencia do trabalho de vidro de uma era mais atrasada. Antes do meio do século XVI, as janelas eram ilustradas com partes de vidro de uma só cor. A semelhança dos desenhos com a realidade foi conseguida com as combinações manuais de matizes.  A partir do Renascimento, muitas das formas artísticas medievais foram abandonadas ou substituídas. As várias técnicas de pintura no vidro substituíram os trabalhos mais velhos e praticamente apenas ele foi  verdadeiramente usado nos seguintes séculos.

Texto Original por Ralph Waldo Emerson.

Tradução: Luiza Senna

7 Responses

  1. concordo, pouca informação do pq de rosaceas com relação as mandalas!!!

    @Luiza: Eder, você está um pouco certo. Estou escrevendo um novo artigo explicando melhor a relação das rosáceas e das Mandalas, mas veja que, por ter quase sempre um formato de rosa, que tem suas pétalas formadas em padrão e muitas possuem a forma circular, já pela definição de Mandalas, podemos notar a grande semelhança em ambas. Abraços!

  2. Com certeza pelo formato parecido!! Mas buscava um pouco mais de informação da rosácea como por exemplo de Notre Dame que tem Deus ou Jesus como centro e varios detalhes até ele…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This error message is only visible to WordPress admins

Error: No connected account.

Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.